Sal_de_ervas_aprenda_como_fazer.jpg.jpeg

Sal de ervas: aprenda como fazer!

Ao longo dos anos, o homem aprendeu a preparar seus alimentos com diferentes técnicas para garantir a facilidade de consumo e, principalmente, intensificar os sabores dos pratos. Nas receitas salgadas, é comum que quase todo produto vá para a panela acompanhado de muito sal e, raramente, alguma especiaria.

Você pode até dizer que é um hábito inofensivo, mas saiba que a ingestão excessiva de sódio aumenta cada vez mais os casos de problemas de saúde. Quer ficar longe das consequências? Então conheça o sal de ervas, um bom substituto, e aprenda a fazê-lo em casa!

O que é sal de ervas e para que serve

O sal de ervas é um tempero culinário feito a base de ervas frescas ou secas e especiarias variadas, utilizado como alternativa ao sal comum para incrementar o gosto dos alimentos. Cada vez mais, essa mistura é utilizada na dieta de pessoas que procuram diminuir a ingestão diária de sódio sem perder qualidade de sabor e aroma.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a quantidade diária recomendada de sódio corresponde a aproximadamente 2,4 g, mas o brasileiro chega a consumir o dobro disso. Como consequência do abuso do tempero no prato, a população tem maiores chances de sofrer com pressão alta, inchaço, AVC, pedras nos rins, infarto e até mesmo envelhecimento precoce. Nessa situação, adotar ingredientes mais leves e naturais nas receitas é a saída para aumentar a expectativa de vida sem sacrifícios.

Possibilidades e benefícios do sal de ervas

Apontado como um dos vilões da boa saúde, o sal é um ingrediente difícil de ser retirado da dieta. Estamos tão acostumados com sua presença na comida que, na sua ausência, o alimento parece nem ter gosto. Então, qual é a saída? O melhor a se fazer é reduzir aos poucos o seu consumo enquanto se adapta ao uso de novos ingredientes.

Com o sal de ervas, você descobre novos sabores e acostuma o paladar com as características de cada item adicionado no prato. Além disso, acrescenta mais cor e texturas nas receitas para torná-las mais atrativas ao olhar.

O tempero pode ser utilizado em carnes, molhos e saladas, permitindo a você escolher a composição de acordo com a preferência e melhor combinação com cada receita. É possível aproveitar as ervas secas que são armazenadas por mais tempo na despensa, mas, sempre que possível, escolha os ramos e folhas de erva ainda frescos.

Com isso, você adquire o máximo de seus sabores e componentes bioativos, que atuam como anti-inflamatórios e antioxidantes no organismo. Com a substituição do sal comum sendo realizada aos poucos, você dá tempo ao corpo para se acostumar e passa a ter mais satisfação com os produtos frescos e naturais.

Como fazer em casa

Não existe um segredo para fazer sal de ervas, já que as receitas são preparadas de acordo com o gosto pessoal e necessidade do ingrediente no prato. Lembre que o objetivo principal é evitar o uso excessivo do sal comum com a ajuda das ervas.

Sabendo disso, trouxemos 2 opções de preparo que você pode fazer em casa e incrementá-la como achar necessário. Veja:

Sal de ervas simples

Use 1 colher de sopa para cada erva: alecrim, manjericão, salsinha e orégano. Misture-as e acrescente meia xícara de sal light, que contém menos sódio e mais potássio. Bata todos os ingredientes no liquidificador e armazene a mistura em um pote de vidro com tampa. Mantenha o recipiente em local seco e fresco até usá-lo completamente.

Sal de ervas para assados

Use a medida de colher de sopa para cada ingrediente: 1 colher de coentro (grão ou pó), 1 colher de mostarda (grão), 2 colheres de cravo, 2 colheres de pimenta do reino branca (grão), 3 colheres de manjericão, 4 colheres de louro em pó. Bata todos os ingredientes no liquidificador e armazene a mistura em um recipiente fechado, que deve ser mantido dentro da geladeira.

A validade média do sal de ervas é de 2 a 3 semanas. Quanto mais fresca for a mistura, mais sabor e nutrientes acrescentará no seu prato.

E você, quais ervas e temperos naturais gosta de usar nas receitas? Deixe um comentário no post!

Comments are closed.