entenda-o-que-e-a-tecnica-rapport-e-como-aplicala-em-suas-reunioes.jpeg

Entenda o que é a técnica rapport e como aplicá-la em suas reuniões

Já ouviu falar do rapport? Ainda não? É simples. Trata-se de uma técnica utilizada para melhorar os elos profissionais. É construir laços baseados na empatia, confiança e respeito mútuo, gerando boas impressões. O resultado? Um relacionamento harmonioso e saudável, facilitando assim os processos de comunicação entre empreendedores, fornecedores e clientes.

Não à toa, o rapport é altamente indicado no mundo dos negócios, sobretudo nos eventos corporativos. Assim, será possível ter encontros empresariais mais satisfatórios. Gostou da premissa e quer se inteirar ainda mais sobre essa técnica? Continue, então, a leitura e aprenda mais sobre o rapport e como aplicá-la nas reuniões organizacionais!

O que é rapport e como surgiu?

O conceito de rapport tem início na psicologia. Configura-se como uma técnica que promove o estabelecimento de confiança e cooperação em uma relação, com o intuito de tornar a comunicação mais fluída.

Palavra de origem francesa e sem tradução para o português, o rapport é alicerce da PNL (programação neuro linguística) — ciência que estuda a mente humana. A PNL tem como meta a utilização de palavras para influenciar a mente, conduzindo a pessoa a tomar uma ação.

São benefícios do rapport: melhorar as relações interpessoais, aprimorar os relacionamentos — tanto pessoais quanto profissionais —, estabelecer confiança e segurança de forma instantânea.

O sorriso, o otimismo, a educação e a paciência são chaves universais do rapport, uma vez que esses elementos ajudam a estabelecer conexões sinceras e reais.

Como aplicá-lo nas reuniões?

Veja algumas dicas de como usar essa técnica no seu dia a dia:

Aposte no contato visual

A linguagem não verbal faz toda a diferença. Nesse sentido, é importante ter atenção redobrada em relação ao contato visual. Para não ter erro, olhe diretamente nos olhos do interlocutor, afinal essa simples ação demonstra interesse pelo assunto.

Eventos em Sumaré

A conversa olho no olho transmite mais confiança e segurança a ambas as partes envolvidas na negociação. Claro que isso não significa que você deve fixar o seu olhar e nem piscar — até por que isso pode assustar a pessoa. O bom senso é o segredo aqui.

Equilibre o tom de voz

Nem muito alto, nem muito baixo: o tom de voz deve ser mediano. Lembre-se de que ninguém gosta de pessoas que falam gritando, assim como também é insuportável ter que pedir para a pessoa repetir tudo porque ela praticamente sussurra as palavras.

Além de preocupar-se em relação ao tom de voz, é fundamental apostar em um diálogo cordial, deixando o interlocutor à vontade. A dica de ouro é adequar o seu tom de voz utilizando um vocabulário apropriado, fatores que vão ajudar a criar uma conexão com os clientes, colaboradores e fornecedores.

Tenha uma boa postura corporal

O corpo também fala. Essa é uma máxima no mundo dos negócios, uma vez que cada detalhe diz muito sobre você. Pernas e braços cruzados, por exemplo, demonstram resistência e insegurança. Sobrancelhas levantadas são sinal de desconforto. Já a mandíbula contraída indica estresse. Perceba, nesse cenário, que cada ato — mesmo que involuntário — interfere na comunicação.

Por isso, é importante ter uma boa postura corporal. Mantenha a coluna ereta e direcione o seu corpo, incluindo os pés, para a seu interlocutor. Preste atenção também no seu semblante, certificando-se de transmitir uma imagem amigável.

Utilize o humor

Uma conversa descontraída é a melhor forma para quebrar o gelo e construir um relacionamento harmonioso. Isso não significa que você deve fazer piadinhas o tempo todo. O ideal é ser engraçado e extrovertido sem exagerar na dose. Além do mais, não tente forçar uma situação. Lembre-se que, acima de tudo, é preciso passar a sensação de naturalidade. Caso contrário, é melhor nem tentar.

Fato é que o rapport deixou de ser um diferencial e tornou-se pré-requisito para o mundo corporativo, uma vez que ele ajuda a alavancar os resultados e maximizar os lucros. Isso tudo por meio da construção de laços profissionais saudáveis e que se baseiam na reciprocidade. Por isso, é importante se aprofundar nessas técnicas e utilizá-las nas reuniões, melhorando inclusive a qualidade das reuniões de negócios.

Gostou do conteúdo? Ele será útil para os amigos? Compartilhe, então, o post nas redes sociais!

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.